08/03/2016

O DIA "D" DE BRASIL

Quero chamar a atenção dos que me dão alguma atenção, para a importância do próximo Domingo, 13 de março de 2016. Não há mau agouro pois não é uma sexta-feira. Não sei se fará sol ou chuva, mas sei que será um domingo cívico a ser celebrado nas próximas décadas.

Um Domingo Definitivo, sem outra chance para o povo brasileiro Dizer à elite Dominante deste país Democrático, o que queremos ver realizado como vontade da maioria. 



Dia 13 temos que Deixar de lado, por um Dia, nossas convicções políticas. Nossas crenças socialistas, capitalistas, comunistas, liberais ou o que quer que seja, porque elas não têm qualquer importância agora, pois este é o momento de salvar o Brasil de um abismo econômico e social que levaremos muitos anos para dele sair. O governo Dilma acabou. Com falta de credibilidade, competência e apoio, se nada fizermos chegaremos ao final de 2018 com um país em frangalhos. Estamos em um rapel para o fundo do poço.

Este será um dia D começando com um B de basta! Um F de fora corruptos! Um M de mais ética e menos roubalheira. Um N de novo caminho, novas propostas. Um R de renúncia em respeito aos cidadãos brasileiros. UV de vergonha na cara. E uZ de zerar tudo para reconstruir. Erramos, mas não merecemos o escárnio e a falsidade com que fomos e estamos sendo tratados.



Nós, cidadãos, Devemos ter a consciência clara de não termos conhecimento, vivência, competência e poder para saber qual a melhor solução politico-institucional a seguir. Não tenhamos ilusão. Só o Poder Judiciário tem os recursos humanos, constitucionais e institucionais para criar uma saída política que nos coloque em direção ao futuro, revertendo a direção desta viagem ao passado, ao atraso, à corrupção, em que nos meteram.

Não seremos nós a Definir como recolocar o país nos trilhos, com retomada da credibilidade, volta da esperança em um futuro melhor e, consequentemente, do crescimento. Não está ao nosso alcance - neste momento de gravíssima crise política e econômica - Decidir quem assume a presidência, se teremos novas eleições, se assume o segundo colocado, quais as reformas urgentes a serem implantadas etc. Isto é tarefa dos três poderes pós novo modelo de condução do governo. Só eles têm poder para tal.



Entretanto, temos um poder imenso e Definitivo se nos unirmos para exigir que os agentes de nosso sistema Democrático façam o que a maioria vier a manifestar nas ruas. Só milhões de brasileiros caminhando nas ruas neste Domingo terão este poder. Esqueçam seus carros, quem os tem, e saiam à pé para se juntar aos seus, pois não bastarão os 3 milhões já previstos! Precisamos ser 5, 10, 20, 50 milhões de cidadãos expondo suas opiniões, seus desejos. 

Não estou me Dirigindo apenas aos que comungam comigo alguns valores e ideias. Estou tentando ressaltar a importância de todos os cidadão brasileiros virem às ruas mostrar o que vai, principalmente, no coração de cada um. 

Não podemos errar deixando de participar deste dia D. Não temos o Direito de nos omitir porque a história nos enxergará como covardes se ficarmos no conforto do sofá, assistindo às transmissões dos canais de TV, na comodidade do "não adianta nada", "eles vão continuar roubando", "mas estou aprovando o que estou vendo". Desligue sua TV e venha pra rua; vista sua camiseta ou sua fantasia mais emblemática; traga sua faixa, seu cartaz, "seu grito de guerra". Venha propagar sua mensagem. Eles irão ouvir. E agir.

Democracia que queremos não é esta da "verdade" única. Democracia que queremos, mais do que ser o regime guiado pela vontade da maioria, é a do regime que se alimenta e sobrevive com o embate saudável das ideias contrárias, pois a única Democracia possível é a da Diversidade de opiniões.

Bom Domingo Dia "D" de Brasil pra você!

Veja fotos da manifestação.



Um comentário:

  1. Dia 13 estarei na RUA e não em casa, nem no trabalho, muito menos na escola ou na praia. Estarei na RUA defendendo o meu direito de poder continuar a estar nos lugares que citei. É na RUA deste dia 13 que estarei de pé, firme e forte num ato de demonstração de que não concordo com o rumo dado ao nosso país nos últimos 13 anos. Para RUA no dia 13 levarei meus filhos com o mesmo intuito que meu pai teve quando me levou durante a campanha das Diretas Já nos anos 80, um exercício de civismo, pois é ensinando e mostrando para as novas gerações que a Democracia é o guardião da Liberdade é que livramos ambas dos ideólogos que tentam privá-las.

    ResponderExcluir

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.