19/04/2016

NÃO É JUSTO!

"A fraude fiscal foi o principal instrumento de estelionato eleitoral. (...) É crime de responsabilidade sim um candidato-presidente destroçar a economia do país para enganar uma nação."
Gil Castelo Branco, economista

Até semana passada, diziam as más línguas, que era na base do grito, da grossura, da porrada. Ontem a estratégia mudou. Dois ou três comprimidos de um ansiolítico qualquer e Dilma, a sofrida, a coitadinha, vem, dopadamente, se apresentar como injustiçada pela vida e vítima de maus meninos e meninas!!!

Injustiçada? Você, Dilma, responsável pelos quase 10 milhões de desempregados, estes sim, os grandes injustiçados? 

Injustiçada por não ter feito nada de mal? E a perda de poder aquisitivo causada por inflação que, acumulada de 2015 a 2016, será causa de uma perda de poder aquisitivo da ordem de 20% nos salários?

Injustiça por não ter roubado nada em proveito próprio? E acha que isso a redime dos roubos que deixou fazer? Da roubalheira para a qual fez vista grossa por ser conveniente para se reeleger?

Vítima? Você, Dilma, que para se reeleger não poupou a população de mentiras e falsidades que vieram à tona tão logo completada a contagem dos votos?

Vítima, sim, mas só se for de sua estratégia de desonerações fiscais inconsequentes, irresponsáveis, que nos aproximam de um déficit orçamentário acumulado em 3 anos próximo de 200 bilhões de reais.

Vítima? Você, Dilma, que tendo promovido um déficit irresponsável, agora destrói programas sociais por completa falta de recursos para sustentá-=los?

Injustiçados e vitimados são todos os cidadãos brasileiros que foram pela senhora, pelo PT e pelos crédulos convenientes, enganados, tripudiados, feitos de palhaço, com o único propósito de se manter no governo a qualquer custo.

E sua insistência em, hipocritamente, continuar a se vitimizar, só terá um resultado: um golpe no Brasil do qual levaremos uma década para nos recuperar.

Renuncie, Dilma, se você tem algum respeito e consideração pelos cidadãos brasileiros, principalmente por aqueles mais afetados pelos seus inconsequentes atos e falsas promessas.

Renuncie, Dilma, porque ainda não sabemos como sair desse abismo que você nos jogou, mas, queiram os deuses, não será com você, pois, inquestionavelmente, com você sangraremos por mais 6 ou, pior, 20 meses.

Isto sim, NÃO É JUSTO!!!

Um comentário:

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.