PANDEMIA

Inicío um diário da pandemia do COVID-19 procurando fazer um resumo bem sintético do que já aconteceu e acompanhando o que vem das decisões das autoridades governamentas, da ciência e das consequências para as nossas vidas, para o país e para o mundo.

Neste link você tem o quadro epidêmico do COVID-19.

E aqui a lista dos países e sua população.

Antes de acreditar na globolixo, veja esta planilha para acompanhar a evolução de óbitos por milhão de habitantes, em 21 países. De qualquer forma, óbitos/milhão de habitantes é apenas o dado estatístico menos ruim, serve menos aos que pregam "o quanto pior, melhor". Isto porque, quando comparamos os países, não temos nenhuma informação sobre os critérios que classificam o óbito como sendo resultante da COVID-19, nem dados sobre os tratamentos utilizados, e nem dados precisos sobre adoção de comportamento social. Ou seja, no fundo, são apenas... óbitos. Como registro, no primeiro semestre de 2020, foram registrados em cartório, 667.258 óbitos, enquanto em 2020, no mesmo período, foram 608.265, ou seja, um aumento de pouco menos de 10%.

Acompanhe no Transparência Brasil dados estatísticos sobre óbitos no Brasil. Mas é importante saber que: "A atualização do Portal da Transparência pelos registros de óbitos lavrados pelos Cartórios de Registro Civil obedece a prazos legais. A família tem até 24h após o falecimento para registrar o óbito em Cartório que, por sua vez, tem até cinco dias para efetuar o registro de óbito, e depois até oito dias para enviar o ato feito à Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC Nacional), que atualiza esta plataforma."


10/10/20: cerca de 150.000 óbitos

A política da quarentena/lockdown cada vez mais questionada. Veja este vídeo-síntese que eu mesmo fiz.

O povo ignora a quarentena e os governos começam a liberar até cinema.

OMS diz que vai distribuir 2 bilhões de doses de vacina até final de 2021. Só não disse qual vacina.

Laboratório Lilly suspende teste clínico de tratamento experimental contra a COVID-19.

Jonhson & Jonhson é segundo laboratório a suspender testes de vacina contra a COVID-19.


8/09/20: cerca de 127.000 óbitos

A empresa Astrazeneca suspende testes com a vacina de Oxford após relatos de reação adversas graves. Veja mais aqui no Correio Braziliense.

18/08/20: cerca de 110.000 óbitos - Brasil ocupa a 9ª posição no ranking de óbitos por milhão de habs.

Surgem notícias sobre segunda onda do Corona vírus na Europa e na Ásia.

06/08/20: +98.000 óbitos:

Bolsonaro assina MP que libera quase dois bilhões de verba para vacina de Oxford.

26/07/20: 86.591 óbitos - Brasil sobe para a 10ª posição no ranking de óbitos por milhão (veja planilha acima).


24/07/20: cerca de 84.000 óbitos 

Anvisa proíbe venda de Ivermectina sem receita médica. Veja-se a hipócrita, descarada e cafajeste argumentação para tal proibição:

"O objetivo da norma é impedir a compra indiscriminada de medicamentos que têm sido amplamente divulgados como potencialmente benéficos no combate à infecção pelo novo coronavírus, embora ainda não existam estudos conclusivos sobre o uso desses fármacos para o tratamento da doença".

15/07/20: +74.000 óbitos

O jornalista Claudio Lessa anuncia estudos (com teste duplo cego) que confirmam a eficácia da hidroxicloquina. A informação foi publicada pela CNN.

Em São Paulo (e aqui em Petrópolis) tudo volta a funcionar com restricões diversas (dia, horário, limitação de quantidade de pessoas, obrigação uso do uso de máscara e álcool em gel).

12/07/20: +78.000 óbitos

Neste domingo, depois de 4 meses, minha filha, meu genro, meu neto e minha neta vieram almoçar conosco e passar a tarde. Com álcool em gel, mas sem máscara.



09/07/20: +68.000 óbitos

Infelizmente coisas estranhas começam a acontecer. Veja neste linik:

01/07/20: +59.600 óbitos

Ontem a entidade Brasil Paralelo publicou no Youtube o vídeo denominado 7 Denúncias, que pode ser considerado como um documento histórico resumo do que estamos vivendo. Não deixe de assistir.

30/06/20: +58.000 óbitos

Neste vídeo, o dr. Cícero Coimbra fala sobre a importância da "vitamina" D para fortalecimento do sistema imunológico e, consequentemente, para prevenção em relação à COVID-19.

29/06/20: +58.000 óbitos


Começa a circular nas redes informação sobre o medicamento Ivermectina. A dra. Lucy Kerr gravou este vídeo relatando tudo o que se sabe até agora sobre esta droga que está sendo usada inclusive preventivamente.

28/06/20: +57.000 óbitos
Neste domingo os restaurantes estão repletos revelando um desejo das pessoas em sair da quarentena.

27/06/20: +56.000 óbitos

Live promovida por Alexandre Garcia com diversos profissionais mostra resultados da aplicação  preventiva da hidroxicloroquina e outros medicamentos atingindo índice 0 (zero) de mortalidade.

Restaurantes foram liberados para funcionamento na região serrana do estado do Rio.

25/06/20: +53.000 óbitos

Continuam a aparecer vídeos questionando o uso de máscara.

Lisboa volta a endurecer confinamento. Aumentam casos na Flórida.

24/06/20: 52.771 óbitos

Surge nas redes video do professor Ricardo Felício comentando o artigo do Prof. PhD Denis G. Rancourt, publicado em 11 de junho de 2020 em que ele faz um resumo bibliográfico e tece a argumentação do por quê das máscaras não funcionarem pelo aspecto da ciência Física e Biológica.

21/06/20: 50.090 óbitos

Governo amplia por mais 15 dias restrição a entrada de estrangeiros; medida, que segue recomendação da Anvisa, limita a entrada por rodovias ou outros meios terrestres, por via aérea ou por transporte aquaviário

11/06/20: 39.700 óbitos

Doria prorroga quarentena até 28 de junho e anuncia acordo com a china para testar vacina contra o Corona vírus.

09/06/20: 37.000 óbitos

Enquanto alguns prefeitos e governadores tomam medidas para gradativa volta à normalidade econômica, a justiça anula tais ações.

Novamente o STF, novamente através de Alexandre de Moraes, obriga o governo federal a divulgar dados da COVID-19 do jeito que ele quer. Pergunta: pra quê precisamos de poder executivo se esta nada pode executar?

BH tem 700% de aumento de casos (lembrando que de 1 para 8 são 700%!!!).


08/06/20: 36.500 óbitos

Governadores e prefeitos não se entendem. No Rio, o Governador decretou a abertura dos shoppings mas permanece a proibição de frequentar as praias. Já o Prefeito do Rio liberou igrejas, ambulantes, banho de mar mas não pode ficar na areia!!! E quanto aos shoppings, podem abrir, mas as lojas não!!!

Para conter os contágios, a OMS agora aconselha a utilização em estabelecimentos públicos cheios. O posicionamento da OMS era que a proteção da boca e nariz só fazia sentido para quem cuidasse de enfermos, não sendo recomendado seu uso em massa. As novas diretrizes da OMS se aplicam também à forma de fabricação de máscaras não médicas, de tecido, as quais devem ter pelo menos duas camadas de materiais diferentes.

02/06/20: 30.000 óbitos

Alguns prefeitos e governadores recuam nas medidas de volta à normalidade.

OMS anuncia retomada de testes com hidroxicloroquina para covid-19

27/05/20: 24.700 óbitos

PF faz cerca de 30 mandatos de busca e apreensão no Rio de Janeiro numa operação para averiguar fraudes em licitações relacionadas ao combate ao Corona vírus.

Governadores e prefeitos começam a flexibilizar a quarentena a partir de 1 de junho.

22/05/20: 19.000 óbitos

Atualizaei os números da planilha.


Minas apresenta o menor número de óbitos e o hospital de campanha com 850 leito está vazio. Custou 5,3 milhões dos quais 4,5 foram pagos com doação da iniciativa privada.

21/05/20: 18.000 óbitos

A expressão da moda é "lock down".



20/05/20: +17.000 óbitos

Governo divulga protocolo que libera cloroquina para pacientes com sintomas leves.

Covas é alertado sobre risdo de "graves distúrbios" em São Paulo por causa da pandemia.

Estados Unidos avalia restringir vôos do Brasil e Trump continua a fustigar Xi Ji Ping.

Trump condicionou verbas a melhoras substanciais da OMS nos próximos 30 dias

19/05/20: +16.800 óbitos.

Trump declara estar usando preventivamente a hidroxicloroquina.

Países aprovam investigação imparcial da OMS.

OMS diz qua não há certeza sobre imunidade após contágio.

Governador de São Paulo antecipa feriados para aumentar o nível de quarentena por 6 dias (de 4a a 2a).

Bolsonaro sanciona lei que cria créditos para pequena empresa.

18/05/20: +16.000 óbitos.
Laboratório americano anuncia testes bem sucedidos com vacina para a Covid-19.

Dra. Nise Yamaguchi dá declaração emocionante sobre a resistência em tratar precocemente com hidroxicloroquina.


17/05/20: 
Minha irmã veio almoçar conosco. Primeiro dia que recebemos alguém em casa.  

16/05/20: 
Na Câmara de Vereadores de Petrópolis ontem, foi rejeitado por 14 votos a 12 a intenção do Prefeito de decretar "lockdown".

15/05/20: 
Primeira dia que sai de casa para encontrar com um amigo e bater papo, tomar uma cerveja, comer um pastel no Horto Mercado.

O ministro da saúde, Nelson Teisch, pede demissão com menos de um mês no cargo.

Bolsonaro anuncia intenção de fazer decreto para uso obrigatório de máscara em todo o país.

A Suécia não decretou quarentena. Será que valeu a pena?

"É importante colocar isso na mesa: esse vírus pode se tornar endêmico em nossas comunidades e nunca desaparecer", disse o especialista em emergências da OMS, Mike Ryan.



14/05/20: 

Posição de Osmar Terra em debate na Band News.

13/05/20: 
Não sei desde quando, mas hoje, nos EUA, os restaurantes podem atender clientes em suas dependências com limite de 25% de ocupação.

09/05/20: 
No mundo, os óbitos atribuídos ao COVID-19 ultrapassam os 270 mil. No Brasil, já são mais de 10 mil.

O desemprego nos EUA já atinge 23 milhões, enquanto no Brasil quase 15 milhões.

Taiwan é tido como o país que não fez quarentena e tem o mais baixo índice de óbitos.

06/05/20:
De acordo com pesquisadores chineses, uma vacina experimental contra o coronavírus foi capaz de desenvolver anticorpos no organismo de macacos. Segundo o estudo, a vacina também foi testada em ratos e pode passar por testes clínicos em seres humanos ainda no final deste ano.

05/05/20: 
Hoje recebi pelo zap mais um vídeo feito por um casal de médicos da clinica ANGIOSKOPE que me parecem ser bastante sérios contando sobre o que eles empiricamente sabem sobre o tratamento com hidroxicloroquina. Insiro aqui o link para conferir no futuro. Eles não falam em remdesivir.

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2984371731650333&id=867676789986515?sfnsn=wiwspwa&extid=QMxRiiZePQPzUfcj&d=w&vh=e


04/05/2020

Pesquisadores da Universidade de Utrecht, na Holanda, reportaram a descoberta de um anticorpo capaz de neutralizar e impedir a infecção das células pelo novo coronavírus, causador da doença chamada covid-19.

Publicado na revista científica Nature Communications, os cientistas ressaltam que o anticorpo, chamado 47D11, funcionou para conter o novo coronavírus em testes de laboratório in vitro. (Fontge: website Exame)


02/05/20:
A notícia de hoje é um novo remédio para combate ao COVID-19, o Remdesivir, mas este medicamento não existe no Brasil. E continua a discussão se esta é a semana do pico da curva ou não. A conferir.


01/05/20: 

Considerando que entramos, eu e Regina, em quarentena no dia 16 de março, estamos completando 7 semanas em que só saímos para ir à farmácia e ao supermercado. Na verdade eu levei 4 semanas para tomar coragem de voltar ao dentista para terminar um tratamento em mais 3 sessões. Os cabelos brancos de Regina começam a se mostrar e ela não tem coragem de decidir sobre ir ou não à cabelereira para renovar a pintura. Ontem, tivemos uma embate matrimonial sobre como devemos nos conduzir daqui pra frente e não chegamos a qualquer conclusão. Nossos medos são maiores que nossas racionalidades.

Na saúde e na política, passados 45 dias de reclusão, todos continuam a não saber quase nada sobre o que fazer para combater eficazmente este vírus que ameaça nossas vidas em todos os aspectos. Manifestações radicais de ambos os extremos de opinião é o que mais se vê, todos convictos mas ninguém disposto a assumir qualquer responsabilidade sobre o que fala. A todos temos a pergunta que ninguém quer que seja feita: ok, mas e daí, fazemos o quê? Os governadores e prefeitos respondem com adiamentos seguidos de uma data para início de volta à normalidade. O debate do momento passa por saber quando será o pico e se haverá ou não um nova onda de infecção.

A universidade de Oxford, na Inglaterra, anuncía início de testes com uma vacina.

ABRIL/20
Bolsonaro defende o uso da hidroxicloroquina. Muita resistência pelos integrantes da área de saúde mas diversos epidemiologistas e outros médicos a favo. (veja vídeo no dia 15/05/20)

Médico belga Paul Stoffels, vice-presidente do Comitê Executivo e Chief Scientific Officer da Johnson & Johnson (J&J), afirma que, entre janeiro e fevereiro de 2021, as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 devem estar disponíveis (...) Leia a notícia publicada aqui em 17/04/20. 

MARÇO/20
Novos hábitos: intensificação da higiene das mãos e rosto, e de frutas e legumes com uso de sabão; borrifar com álcool-gel todas as embalagens de compras de alimentos e líquidos; uso de máscara cirúrgica para ter contato com outras pessoas e uso de luvas para ir ao supermercado; lavagem das roupas usadas em qualquer saída às ruas

O STF decide que estados e municíos são autônomos para tomar as decisões com relação à pandemia independente do governo federal.

Estados iniciam quarentena, a maioria, em torno de 14 dias (vão ser adiadas sistematicamente).

Trump anuncia que existe um medicamento capaz de combater o COVID-19, a hidroxicloroquina.

Surgem nas redes sociais os vídeos ensinando como fazer máscara caseiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

ATENÇÃO: A inserção de comentário NÃO funciona no Google CHROME.

Obrigado.