14/03/2017

PAPAI EMÍLIO

Papai Emílio "é tão bonzinho"!!!


Chamado a depor em defesa de seu estimado filho Marcelo, disse papai Emílio ao Juiz Sergio Moro:

Quanto ao caixa 2: "Sempre existiu. Desde minha época, da época do meu pai".

Quanto ao "Departamento de Relações Institucionais": "A empresa não tinha um departamento de propina", apenas "um responsável por operacionalizar recursos não contabilizados" [O grifo é meu.]

Comentário de um idiota: O tal responsável era um gênio. Quase sozinho, pois é do conhecimento da nação que existia uma super-secretária, ele coordenou por anos a distribuição de "recursos" para centenas de políticos. Para quem lembra, César Maia diria: "Esse cara é bom!"

Mas a declaração mais interessante [do pouco que foi divulgado] é a que relativiza o relativo. Juntando trechos, ele disse mais ou menos o seguinte:

"Tenho Palocci como um grande estadista. 'O italiano' citado nas delações não me parece que seja Palocci, mas, na empresa, Palocci era conhecido como 'o italiano'.¨ 

Resumindo: Palocci não é 'o italiano', mas 'o italiano' é Palocci.

Êta painho arretado de bom!!!

Sacou? Capice? Pescou? Entendeu, cacete?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.