02/11/2017

NASCE UMA NOVA HUMANIDADE

Homo deus, uma breve história do amanhã, de Yuval Noah Harari, israelense, ph.D em história por Oxford, professor na Universidade Hebraica de Jerusalém, ateu, é uma obra que, apesar de suas 400 páginas, se lê quase que compulsivamente.

O texto, instigante, premonitório, apocalíptico, controverso, tem a fluidez de quem escreve para ser lido por todos e semeado de exemplos, casos e dados.

Nos dias de  hoje, creio que todos nós, os mais velhos, compartilhamos um sentimento de perplexidade quando nos deparamos com as prioridades e valores dos jovens à nossa volta e nos indagamos "para onde esse modelo levará esta geração e as próximas"?

Moralidade, Deus, privacidade, identidade, sociedade, religião, homossexualismo, educação, capitalismo, comunismo, eleições, democracia, internet, redes sociais, isto e mais, são temas tratados por Yuval sem predizer o futuro, apenas sugerindo, questionando, deduzindo possíveis destinos a partir da avaliação de onde estamos.

Neste link "Homo deus", você pode baixar o extrato que fiz da minha leitura. Como tal, é uma coletânea de trechos pinçados por um critério absolutamente pessoal, sem compromisso com coerência ou ligação entre os parágrafos. Para uma construção mais consistente do pensamento sobre as propostas apresentadas, a leitura da íntegra creio ser essencial.

Coragem! Vai mexer com seus neurônios!


Este vídeo da palestra de Yuval no TED, é uma síntese-síntese do livro e lhe dá uma ideia geral dos principais aspectos que ele aborda na obra.

E aqui o experimento de Frans de Waal com duas macacas-capuchinhos, citado por Yuval.

2 comentários:

  1. Prezado; já li umas 3 vezes o livro e me pareceu fantástico, instigante, controverso, mas que simplesmente não podemos deixar de discutir os temas elencados pelo autor.
    Abraços

    ResponderExcluir

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.