05/02/2009

DIVIDIR OU MULTIPLICAR POR 10?

Se dividir por 10 um orçamento de obra pública não for uma técnica de políticos provincianos para comprometer a corte com seus projetos e interesses, também vou ter que pedir "prisão já", seja por incompetência, seja por roubo.



Fico sabendo, pelo Bom Dia Brasil, da TV Globo, que em Manaus, candidata a receber jogos da copa de 2014, a construção de um novo estádio de futebol está orçada em 550 milhões de reais. Em Rio Branco, capital do Acre e também candidata a sede de jogos, todas as obras de infraestrutura a serem realizadas com o mesmo objetivo, e eu disse todas, incluindo estádio novo, estão orçadas em 400 milhões de reais.

Onde quero chegar? A tal da Cidade da Música, aqui no Rio, que não passa de uma "sala" para consertos, único feito do "ex-prefeito em exercício de 2008", orçada em 60 milhões, quando e se terminada, terá consumido 600!

Qual sua aposta para 2014? O custo final das obras em Manaus e Rio Branco ficará dentro do orçamento e o ex-prefeito do Rio deverá ir preso, ou os custos estarão multiplicados por 10 (como aqui) e os responsáveis pelos orçamentos de hoje é que deverão ser enjaulados? Ou é apenas um jeito de iludir o.... povo?

Anote para conferir no noticiário do primeiro semestre de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.