16/06/2009

Ó MEU SENADO!

"Brasil, meu Brasil brasileiro" cantou Ari Barroso. "Terra boa e gostosa" e "Terra de Nosso Senhor" ele nos garantiu. Foi, é, uma exaltação às nossas raízes negras, resultado miscigenado em mulatice. Mais adiante ele confessa que "é o meu Brasil brasileiro" infelizmente limitado a "Terra de samba e pandeiro".



Será que Ari Barroso já era um desencantado da nossa política como meu avô (da mesma geração) e encantado apenas com nossa cultura popular?

A questão é: entra samba, sai samba, a festa da corrupção, da sem-vergonhice, da canalhice política continua e continua e continua.

E nós, vamos continuar apenas acreditando que esses caras um dia mudam por obra do sobrenatural? Ou não nos sobra em quem depositar nosso voto, nossa confiança? Em quem apostar nossas minguadas esperanças?

Ó meu Senado, o que fazes do Brasil?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.