25/11/2016

HÁ O QUE "TEMER"? ou CALERO, O LOUCO?



Neuropsicologia: Ciência dedicada a estudar a expressão comportamental das disfunções cerebrais.
Dfinição colhida na Rede.

Geddel
Calero


Temer



Seu eu fosse o Marcelo Calero, faria assim:

1 - Contactava um renomado neuropsicólogo.

2 - Contratava seus serviços para me acompanhar em um evento público.

3 - Alugava por 1 hora uma sala ampla, de preferência com um pequeno auditório e muitas cadeiras, em um local renomado, por exemplo, o Copacabana Palace.

4 - Pedia a uma Assessoria de Imprensa para convocar toda a mídia, escrita, radiofônica e televisiva, para uma entrevista coletiva às 8 horas da manhã (para causar alvoroço já no café-da-manhã e não dar tempo para o inimigo).

5 - Na coletiva faria a seguinte declaração:

Prezados senhores e senhoras. Venho a público declarar que, pelo que dizem meus ex-colegas de governo, estou completamente louco. Alguns declaram que não disseram o que disseram. Outros tentam redefinir a ética, propondo que a partir de agora poderão existir éticas mais éticas que outras, e que algumas faltas de ética não serão assim tão falta de ética. Que estou completamente louco, que as pressões que recebi de meu colega Geddel foram apenas conversas inocentes sobre seu interesse em um apartamento no Pelourinho. Que o Presidente não me pediu para dar "uma solução" no "problema", apenas que, do alto de sua maturidade política, me aconselhou a ser um melhor bom menino e não fazer travessura. 

Tudo isso pode ser verdade, mas como tenho cá minhas dúvidas sobre minha real saúde mental e que, fora Temer, nada tenho a temer, trouxe comigo este renomado doutor, PHD em neuropsicologia, com o firme propósito de, peremptória e definitivamente, após me submeter a rigorosos testes dos mais modernos existentes,defini se estou realmente louco ou se o país, como eu, também tem o que Temer. 

E dirigindo-me ao renomado especialista: Doutor, estou em suas mãos. Diagnóstico feito, diga ao povo a verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.