03/07/2013

DÚVIDAS CRUÉIS!!!



Nem sei se são tão cruéis assim, mas considerando este exemplo acima, o grau de dificuldade em encontrar respostas plausíveis varia de difícil a... sem resposta. Listo algumas.



Por que a Receita Federal, poderosa como ela é hoje no Brasil, não identifica a grana que corre, escorre, pelos canais da corrupção? Ou esse negócio de dizer que existe corrupção no Brasil é uma grande mentira, ou a Receita Federal é... de uma incompetência assustadora porque não identifica que em seus programas de análise de dados existe um comando para ignorar os valores transacionados, sem justificativa legal, por contribuintes que estiverem na condição de político eleito ou nomeado, ou for alto executivo nomeado de empresa pública ou mista. É o famoso "finge que não vê".

Por que, mesmo com todo o poder de controle total que a Receita Federal tem sobre TODAS as transações financeiras realizadas diariamente por todos os bancos, quem quiser pode, por exemplo, enviar dólares para o exterior sem que ninguém saiba? Se alguém acha que isso não é possível, procure saber como funciona o denominado "dólar cabo".

Por que TODAS as obras realizadas pelo poder público, de qualquer instância, custam, ao final (se e quando chegam ao final), SEMPRE, no mínimo, o dobro do orçado? Fica o desafio para qualquer discordante provar a existência de uma obra de monta licitada pelo poder público que tenha custado o valor da licitação. Assumindo, então, que todas custam mais caro (a, hoje, denominada Cidade das Artes, no Rio, já atingiu 10 vezes o custo orçado), temos que, obrigatoriamente, ficar com duas conclusões, mutuamente excludentes: ou existe uma corrupção monstruosa, ou é monstruosa a incompetência dos planejadores e engenheiros do poder público!

Por que não  existe político ou funcionário público preso por receber propina para favorecer, principalmente, construtoras de obras públicas? Ou isto é alucinação de nossa parte ou todo o corpo fiscal estatal é... é... diga você. Me vem à lembrança o Valério, condenado a 40 anos. Ok, mas... Uma quadrilha rouba o banco e foge de trem. Todos sabem quem são e onde estão os ladrões, mas por algum motivo oculto, não são presos. Então, para dar uma explicação ao "povo", prendem quem carregou o dinheiro. O trem! Percebeu a ironia?

Por que a insistência com o famigerado "Trem Bala Campinas/Rio" apesar de toda a sociedade parecer (não posso afirmar) ser contra e com tantas outras prioridades na questão da mobilidade que é o tema mais gritante das reivindicações do movimento Ruas2013.BR? Ou o governo é absolutamente surdo às mensagens da sociedade ou há um grande interesse corrupto conduzindo as licitações para as quais nem mesmo aparecem empresas interessadas! Saiba + acessando a opinião de Francisco Madia.

A quem interessa a proliferação sem fim de partidos políticos? O Estados Unidos resolve seu sistema político, democrático, com 3 partidos. Por que temos quase 30 (ver Lista de partidos políticos) e com perspectiva de termos mais ainda? Ou a maioria são legendas para venda de tempo no horário eleitoral ou não servem para nada. Assumindo a repulsa que o movimento Brasil nas Ruas/2013 tomou expulsando manifestantes identificados com partidos, as duas coisas parecem ser verdadeiras.

Seguindo nesta linha de avaliar a representatividade dos partidos políticos, cabe uma pergunta: por que Marina Silva, num leque de 28 partidos, tida como a imagem da integridade (ressalvada a dúvida sobre sua capacidade político-gerencial), não conseguiu nenhum partido ao qual pudesse se filiar e se colocar como candidata à presidência?

TREM BALA SÓ PARA A INCLUSÃO DIGITAL
AMPLA, GERAL E IRRESTRITA. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.