27/06/2016

O VENCEDOR DO EMPATE

Não tenho, aliás, não temos todos nós, quase nada com o que foi chamado de Brexit, o plebiscito pela saída do Reino Unido (já não tão unido assim) da União Europeia.

A atenção que demos à evolução do processo foi superficial e mais impositiva da mídia do que de um interesse próprio, pró-ativo, nosso.

Publicado o resultado, a vitória da opção pela saída, as questões se tornaram, de repente, importantes, aparentemente cruciais, para todos nós.

Nós, Brasil, e o mundo, perguntam: e agora, como será? Bolsas e Libra despencam, Primeiro Ministro anuncia sua saída, bancos se agitam, economistas ganham espaço na mídia, imigrantes não sabem se ficam ou se vão (para onde?), cidadãos anglo-europeus temem por seu futuro como europeus, trabalhadores ingleses temem pelo futuro de seus empregos, e mais e mais...

A mim, cidadão brasileiro em nada afetado pela medida, tirante a facilidade de poder atravessar o canal da Mancha nas minhas férias sem ter que mostrar o passaporte, ficou um ponto de perplexidade só agora percebido. 

Como uma nação com tamanha importância na economia mundial, tem uma legislação que permite que uma decisão desta magnitude seja tomada por uma maioria simples (50% mais 1) de votantes?

Se 51,8% a favor da saída e 48,1% pela permanência, fosse resultado de uma consulta realizada por um instituto de pesquisa, o anúncio seria dado, mais ou menos da seguinte maneira: considerando uma margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, constata-se um empate técnico.

Quer dizer que a história irá registrar que um empate técnico foi responsável pelos britânicos terem tomado uma decisão de tamanha relevância para suas vidas pelas próximas décadas, com implicação até mesmo num esfacelamento do Reino Unido!!!???

Minha perplexidade não é única, pois mas de 3 milhões de ingleses já se manisfestaram a favor de um novo plebiscito. É mais ou menos como dizer: "Erramos. Acionar CTRL+Z."

Que nos sirva para não cometermos erro semelhante, pois, no final,uma realidade sempre se imporá: todo empate técnico termina com um vencedor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.