12/05/2016

DIA DO VAI E NÃO VOLTA ou DIA DO FUI

O Deputado Zé Geraldo, do PT do Pará, apresentou projeto de lei que estabelece no calendário oficial o dia 17 de abril como "Dia do Golpe Parlamentar no Brasil".

Eu apoio o deputado em sua iniciativa, se, como é de costume entre parlamentares, houver recíproca, isonomia, pois quando um apoia a proposta do outro, o outro apoia a proposta do um. Sem delongas, comentários ou objeções. 

Neste sentido, a exemplo deste petista de raiz, eu, um anti-petista juramentado, vou apresentar um projeto de lei estabelecendo o dia 12 de maio como "Dia do Vai e Não Volta", que, além de comemorar a ida para o rodapé da história do triunvirato da hipocrisia" - Dilma, Lula e PT - é, inspirado em um ato de nobreza de Dom Pedro I,
quando, em 9 de janeiro de 1822, em defesa da Nação brasileira, proclamou: "Se é para o bem do povo e felicidade geral da Nação, estou pronto! Digam ao povo que fico".

Nos anos vindouros, no dia 12 de maio, nós poderemos ir às ruas portando faixas com mensagens a todos os que nos tiverem traído em qualquer instância: 


"Fora (fulano) Vai e Não Volta."

Mas resta a Dilma, num lampejo de respeito, principalmente aos mais atingidos por sua insensatez e incompetência, proclamar: "Se é para o bem do povo brasileiro e felicidade geral da Nação, renuncio! Digam ao povo que fui".

Aí, no futuro, no dia 12 de maio poderíamos comemorar o dia de deixar para trás tudo o que nos prejudica e dizer:  


FUI!!!



Clique no link "Comentários" abaixo (se > 0) desta mensagem para conhecer o que outros visitantes já comentaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião. Discorde, concorde, acrescente, aponte algum erro de informação. Participe deste blog.

Obrigado.